O Mundo em Movimento http://omundoemmovimento.blogosfera.uol.com.br O blog O Mundo em Movimento tem a pretensão de falar sobre vários assuntos, além do mundo do automóvel. Mon, 10 Dec 2018 15:54:16 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=4.7.2 Estudantes visitam fábrica da CAOA em Anápolis http://omundoemmovimento.blogosfera.uol.com.br/2018/12/07/estudantes-visitam-fabrica-da-caoa-em-anapolis/ http://omundoemmovimento.blogosfera.uol.com.br/2018/12/07/estudantes-visitam-fabrica-da-caoa-em-anapolis/#respond Fri, 07 Dec 2018 18:21:57 +0000 http://omundoemmovimento.blogosfera.uol.com.br/?p=9243

Viagem foi um oferecimento da montadora aos finalistas do 4º Prêmio Autoinforme de Estudantes de Jornalismo, realizado no ano passado

A fábrica da CAOA em Anápolis, Goiás, abriu as portas para receber os ganhadores do 4º Prêmio Estudantes de Jornalismo, realizado pela Autoinforme em 2017 e que teve o apoio da CAOA e da Hyundai Brasil.

Os estudantes Andressa Navarro, da universidade Metodista; William Araújo, da Uninove e Lucas Azevedo da Unitau, puderam conhecer a linha de montagem da fábrica que opera na cidade goiana desde 2007 e produz os SUVs Tucson, New Tucson e ix35, as caminhonetas HR e HD80 da Hyundai e vai passar a fabricar os Tiggo 5 e 7 da CAOA Chery.

Para Andressa, a visita proporcionou uma experiência única. “Foi incrível do ponto de vista acadêmico, uma vez que a experiência nos faz pensar até em estratégias comunicacionais para a marca e me fez compreender o tamanho do trabalho colocado na logística de produção dos veículos”, explicou.

William contou que a linha de montagem da fábrica de Anápolis é muito parecida com a de Piracicaba. “Ter a oportunidade de conhecer o processo de produção dos carros da CAOA é incrível” disse.

“Foi muito interessante ver a preocupação com a parte de segurança do carro, com o meio ambiente, o cuidado na produção do veículo” disse Lucas, que considerou a visita uma bagagem de conhecimento que pode levar para o mercado de trabalho.

Os três estudantes foram recebidos por Henrique Steckelberg, gerente de engenharia da fábrica, que enxerga o Prêmio de Estudantes como uma oportunidade de mostrar aos jovens a responsabilidade e a ética que deve ter com a informação. “Uma informação mal passada pode gerar uma guerra”, disse.

“A missão da CAOA é basicamente produzir e vender veículos, mas sair da rotina e pensar em outros setores que influenciam o nosso trabalho, como a área da comunicação, traz uma valorização não só para a empresa, mas para as universidades e para os estudantes que participam de um prêmio como esse”, completou Henrique.

Junto com o assessor de imprensa Anderson Cavalcante e Thiago de Siqueira, coordenador administrativo da montadora, os estudantes viram todas as etapas de fabricação dos veículos e depois participaram de um teste drive em um ix35.

Os outros dois finalistas Luca Ranieri e Cecília Melozi não puderam comparecer à visita por causa do período de provas da universidade.

]]>
0
Matança de golfinhos continua no Japão http://omundoemmovimento.blogosfera.uol.com.br/2018/12/07/matanca-de-golfinhos-continua-no-japao/ http://omundoemmovimento.blogosfera.uol.com.br/2018/12/07/matanca-de-golfinhos-continua-no-japao/#respond Fri, 07 Dec 2018 17:30:39 +0000 http://omundoemmovimento.blogosfera.uol.com.br/?p=9249

Por Sabrina Pires, especial para o ECOinfome

Hoje, um grupo de aproximadamente 50 golfinhos-cabeça-de-melão foi encurralado na famosa baia de Taiji, no Japão. No episódio desta sexta-feira, 7, eles entraram em pânico – se debatendo – e alguns foram vistos sandrando. Um golfinho foi capturado com vida, 20 abatidos e 30 devolvidos ao mar.

As informações e imagens são de integrantes do Dolphin Project, que tentam impedir a matança que acontece todos os anos com autorização do governo japonês em nome da cultura.

No local, todo dia 1 de setembro é aberta a temporada de caça de golfinhos e dura seis meses. Vai até 1º de março. Em média, dois mil golfinhos morrem a cada temporada. Já existe um movimento internacional Stop Taiji para evitar o massacre.

Apesar do argumento de cunho cultural, o que os ativistas denunciam é que nos bastidores há outros interesses e um mercado milionário. Muitos dos animais capturados com vida, em especial filhotes, são vendidos de forma ilegal para aquários e dolphinários pelo mundo.

“A demanda é grande, já que, em exposição, os bichos ficam estressados e morrem cedo. Duram de dois a três anos em média”, disse Mia Morete, da ONG santista Viva Baleias, Golfinhos e Cia.

Segundo ela, um golfinho treinado chega a valer 100 mil dólares. Os que morrem são vendidos como carne, embora comer golfinho não seja uma tradição nipônica. A carne é imprópria para consumo humano por ser rica em mercúrio e outras substâncias tóxicas.

A morte dos golfinhos-cabeça-de-melão ocorre um dia após a divulgação da morte de uma Toninha na Praia Grande, em São Paulo.

]]>
0
Golfinho morre de fome com lacre no bico http://omundoemmovimento.blogosfera.uol.com.br/2018/12/07/golfinho-morre-de-fome-com-lacre-no-bico/ http://omundoemmovimento.blogosfera.uol.com.br/2018/12/07/golfinho-morre-de-fome-com-lacre-no-bico/#respond Fri, 07 Dec 2018 17:20:19 +0000 http://omundoemmovimento.blogosfera.uol.com.br/?p=9245

Um golfinho da espécie Toninha (de nome científico pontoporia blainvillei) foi encontrado morto no ultimo domingo (02) com um lacre de garrafa no bico, na Praia Grande, litoral sul de São Paulo, por um pescador. A espécie está em extinção e é a mais ameaçada na costa da América Latina.

O animal foi levado para o Instituto Biopesca, que examinou e não encontrou nenhum alimento no estômago, mas pedaços de plástico, o que indica que o animal estava há dias sem se alimentar e morreu de fome.

A bióloga Marina Leite, do instituto Viva Baleias e Golfinhos, explicou que “muitos animais morrem de desnutrição. O plástico ingerido da uma sensação de saciedade e faz com que o animal não coma, mas no caso deste golfinho, o lacre o impediu de comer. O sofrimento deste animal foi grande, vendo o alimento passar na frente dele sem poder comer.”

“É comum que animais marinhos morram desnutridos depois de ingerir resíduos de lixo, sem contar que milhares de bichos morrem sem que a gente saiba”, disse Marina, que ainda reforçou a importância de fazer o descarte correto do lixo.

“Muitas vezes as pessoas até descartam o lixo no lugar certo, mas pode acontecer de o saco de lixo rasgar, o vento ou a chuva levar até o mar e causar esse tipo de tragédia”, explicou à reportagem do ECOinforme.

 

]]>
0
Compartilhamento vai crescer, mas não dominar o mercado http://omundoemmovimento.blogosfera.uol.com.br/2018/12/05/compartilhamento-vai-crescer-mas-nao-dominar-o-mercado/ http://omundoemmovimento.blogosfera.uol.com.br/2018/12/05/compartilhamento-vai-crescer-mas-nao-dominar-o-mercado/#respond Wed, 05 Dec 2018 19:21:56 +0000 http://omundoemmovimento.blogosfera.uol.com.br/?p=9240 O sistema de mobilidade com o compartilhamento de veículos é uma tendência sem volta. No mundo todo, os cidadãos fazem uso de aplicativos que permitem o uso comunitário do carro, a instituição da carona, o que reduz o número de veículos em circulação, proporciona economia de combustível, redução de emissões e alívio no trânsito.

Mas com certeza esse formato não prevalecerá para todas as situações. Se o compartilhamento é o sistema de mobilidade ideal para aquela pessoa que mora perto do trabalho, numa região muito adensada, com dificuldade de estacionamento, não dá pra dizer o mesmo da mãe que precisa levar os filhos pra escola, transportando cadeirinha, tralha, bagagem.

Portanto, é preciso ser ponderado ao analisar as tendências do mercado: uso da internet, carro elétrico, carro compartilhado, bicicleta, todas as formas de mobilidade e de conectividade estão ganhando espaço na sociedade, mas isso não quer dizer que o mundo vai mudar radicalmente.

Por mais que elas venham rapidamente, (estão vindo mesmo), as pessoas são diferentes umas das outras, têm necessidades e desejos diferentes.

A evolução e a tecnologia estão aí para atender as nossas necessidades e não para se contrapor a elas.

]]>
0
Renault comemora 20 anos prometendo investimentos e novos modelos http://omundoemmovimento.blogosfera.uol.com.br/2018/12/04/renault-comemora-20-anos-prometendo-investimentos-e-novos-modelos/ http://omundoemmovimento.blogosfera.uol.com.br/2018/12/04/renault-comemora-20-anos-prometendo-investimentos-e-novos-modelos/#respond Tue, 04 Dec 2018 15:49:38 +0000 http://omundoemmovimento.blogosfera.uol.com.br/?p=9235 Empresa quer 10% do mercado em 2022; o SUV Arkana e a picape Alaskan são as apostas para o crescimento

Ao comemorar os 20 anos da instalação da fábrica em São José dos Pinhais, no Paraná, o presidente da Renault, Luiz Fernando Pedrucci, falou dos grandes desafios colocados para a empresa nos próximos dez anos, período em que, segundo ele, o setor automobilístico vai apresentar uma evolução maior do que a registrada nos últimos cinquenta anos.

“Teremos um grande desafio em termos de investimentos, para isso contamos com o poder da aliança Renault-Nissan-Mitsubishi, que é a maior fabricante mundial e terá uma escala de produção que permitirá enfrentar esses investimentos”, disse.

Pedrucci, que acompanhou os vinte anos do Complexo Ayrton Senna, saudou a produção de três milhões de carros no período, sendo um milhão de Sandero, quatro milhões de motores e falou das fases da empresa, inicialmente com a Scènic e o Clio, passando por Logan e Sandero e chegando à dupla Captur e Kwid. Destacando também a investida da empresa em veículos comerciais, com a linha Master.

A Renault deve fechar este ano superando a meta de 8% do mercado interno: a expectativa é chegar a 8,7%. A nova ambição da empresa é atingir 10% de participação até 2022. Para isso, o objetivo é continuar a crescer o dobro do mercado, como está acontecendo este ano: enquanto as vendas totais vão crescer 14%, a Renault vai evoluir 28%. O presidente da empresa prevê um crescimento constante do mercado nos próximos anos, mas em índices mais modestos, em torno de 10%; assim, a Renault deverá aumentar a participação a cada ano, chegando aos 10% nos próximos quatro anos.

Para crescer acima dos concorrentes, a Renault terá que investir em novos produtos e eles já estão planejados, embora Pedrucci garanta que não chegam antes de 2020. São eles, uma picape média, a Alaskan, que está em estudo em São José dos Pinhais, e um utilitário esportivo médio, acima do Captur, o Arkana, que foi apresentado numa exposição internacional este ano e fica no segmento do Compass e do Equinox. A empresa promete também investir no setor de utilitários, onde o Master tem grande destaque.

]]>
0
Creta é líder dos utilitários esportivos http://omundoemmovimento.blogosfera.uol.com.br/2018/12/03/creta-e-lider-dos-utilitarios-esportivos/ http://omundoemmovimento.blogosfera.uol.com.br/2018/12/03/creta-e-lider-dos-utilitarios-esportivos/#respond Mon, 03 Dec 2018 13:00:55 +0000 http://omundoemmovimento.blogosfera.uol.com.br/?p=9230 Hyundai tem pela primeira vez este ano dois carros entre os dez mais

Com 5.172 unidades vendidas em novembro, o Creta, da Hyundai, assume pela primeira vez a liderança no segmento dos utilitários esportivos, ficando na frente do Compass, da Jeep, que desta vez obteve a décima terceira posição (5.008 carros).

Com o terceiro lugar do HB20, a Hyundai tem, pela primeira vez este ano, dois carros entre os dez mais vendidos. GM, Volkswagen e Fiat também têm dois; Renault e Ford têm um cada.

O ranking de vendas por modelo no mês mostra outras novidades: o Gol é vice-líder, atrás apenas do Onix, que desta vez extrapolou: vendeu quase três vezes o volume do segundo colocado: teve 22.278 unidades licenciadas, contra 8.836 do Gol. O HB20 ficou em terceiro, com 8.396 e o Ka em quarto com 8.217.

Na faixa das sete mil unidades aparecem o Prisma, em quinto lugar (7.599), e o Kwid em sexto (7.091), que estava em 11º lugar em outubro. Em seguida estão o Argo ( 6.078) e o  Polo (5.645). A picape Strada ficou em décimo.

Resumo: Creta e Kwid entram no pelotão de elite; Sandero e Compass saem da lista dos dez mais.

  Veja os 50 carros mais vendidos em novembro

]]>
0
Vendas caem 9,5%, mas mantêm crescimento no ano http://omundoemmovimento.blogosfera.uol.com.br/2018/12/02/vendas-caem-95-mas-mantem-crescimento-no-ano/ http://omundoemmovimento.blogosfera.uol.com.br/2018/12/02/vendas-caem-95-mas-mantem-crescimento-no-ano/#respond Sun, 02 Dec 2018 18:33:59 +0000 http://omundoemmovimento.blogosfera.uol.com.br/?p=9228 Novembro fechou com 221.308 carros vendidos, queda sobre outubro mas crescimento de 12,2% sobre novembro do ano passado.

Foto: Divulgação

O ranking por marcas permanece inalterado nas primeiras posições, com GM na liderança, seguida por Volkswagen.  A Fiat ficou em terceiro lugar, Renault em quarto e Ford em quinto. Completam a lista das dez marcas mais vendidas no mês, pela ordem: Toyota, Hyundai, Honda, Jeep e Nissan.

As vendas de carros em novembro apresentaram queda em relação a outubro (-9,5%), mas crescimento de 12,2% em relação a novembro do ano passado, o que resulta na consolidação do aumento de vendas em torno de 14% no ano, um índice acima das expectativas dos fabricantes.

Foram vendidas 221.308 unidades no penúltimo mês do ano, contra 244.740 em outubro e 197.246 em novembro de 2017.

Veja as marcas mais vendidas em novembro de 2018

]]>
0
Honda aumenta produção eólica para atender Itirapina http://omundoemmovimento.blogosfera.uol.com.br/2018/11/30/honda-aumenta-producao-eolica-para-atender-itirapina/ http://omundoemmovimento.blogosfera.uol.com.br/2018/11/30/honda-aumenta-producao-eolica-para-atender-itirapina/#respond Fri, 30 Nov 2018 16:19:00 +0000 http://omundoemmovimento.blogosfera.uol.com.br/?p=9225 Usina de Xangri-lá terá mais uma torre, com investimento de R$ 20 milhões

A Honda vai construir mais um aerogerador na usina eólica de Xangri-lá, no Rio Grande do Sul, onde já possui nove torres que geram 27,7 MW por hora, ou 70 mil MW por ano, e que abastece a fábrica de Sumaré, em São Paulo, onde são produzidos o HR-V, o WR-V e o Civic, além da sede da empresa em São Paulo, no Morumbi, e a operação logística da Honda em todo o País.

Com o início da produção na fábrica de Itirapina em janeiro, haverá mais necessidade de energia e a empresa não quer abrir mão de usar energia eólica.

O investimento na nova torre é de R$ 20 milhões e o valor investido deve ser abatido em sete anos. As demais torres foram instaladas há quatro anos.

O presidente da Honda Energy, que administra o Parque Eólico de Xangri-lá, Carlos Eiji, explicou que a produção de energia eólica, além de reduzir as emissões, evita os altos e baixos do fornecimento.

“No período de estiagem, a energia elétrica fica mais cara, porque a captação pelo sistema hidroelétrico é substituída pelo termo-elétrico, que é quatro vezes mais cara, além de ser mais poluente”.

Para você ter uma idéia, um megawatt de energia gerado pela termoelétrica (que usa carvão, gás e outros óleos combustíveis), produz 170 kg de CO2, enquanto a mesma geração feita pela usina hidroelétrica produz 24 kg de CO2. A mesma quantidade de energia gerada pelo usina eólica resulta em apenas 7kg de CO2 (veja quadro).

]]>
0
O Accord, dez gerações depois http://omundoemmovimento.blogosfera.uol.com.br/2018/11/29/o-accord-dez-geracoes-depois/ http://omundoemmovimento.blogosfera.uol.com.br/2018/11/29/o-accord-dez-geracoes-depois/#respond Thu, 29 Nov 2018 15:44:59 +0000 http://omundoemmovimento.blogosfera.uol.com.br/?p=9213 Mais refinado, equipado e eficiente, o sedã japonês ganhou motor 2.0 turbo e câmbio automático de dez marchas

O sedã Accord, primeiro veículo comercializado oficialmente pela Honda no Brasil e vendido desde 1992 no país, chega na 10ª geração completamente reformulado, com uma pegada mais esportiva, novo desenho, interior refinado e muita tecnologia.

Desenvolvido sobre uma nova plataforma com porte mais baixo e largo, e com uma estrutura mais leve e rígida, o Accord traz também nova motorização, um 2.0 turbo com injeção direta, comando de válvulas VTEC e duplo VTC, em conjunto com um novo câmbio automático de 10 marchas desenvolvido pela Honda.

Montado na fábrica de motores da Honda em Anna, no estado americano de Ohio, o motor traz o maior torque já oferecido num Accord. São 256 cv a 6.500 rpm e 37,7 kgfm de torque entre 1.500 e 4.000 rpm. Torque superior ao motor V6 anterior e desempenho ainda mais refinado.

Ainda na parte mecânica, o novo câmbio automático de 10 marchas fez com que o Accord ganhasse mais desempenho e menor consumo de combustível, pois se trata de um conjunto mais leve e compacto, comparada à anterior caixa automática de 6 marchas.

Destaque para a ausência da tradicional alavanca do câmbio, que foi substituída por um seletor de marchas eletrônico. As posições Park, Neutro e Drive são selecionadas ao toque de um botão, permitindo um visual mais moderno ao interior.

Visualmente o sedã de luxo ficou mais moderno e segue o novo DNA da marca japonesa. A dianteira é destacada pela grade com uma asa cromada cercada por faróis full-led. Na lateral, novas linhas e vincos e rodas de alumínio de 18 polegadas deixaram o modelo mais esportivo e refinado, deixando de lado aquele jeitão mais conservador da versão anterior.

O novo Accord ganhou e perdeu algumas medidas: maior distância entre eixos (+5,5cm), menor altura total (-1,5cm) e maior largura (+1cm), menor comprimento total (-1cm) e posicionamento de assentos mais baixo e esportivo (-25,4mm na frente e -20mm atrás).

Internamente o Accord 2019 é muito espaçoso, luxuoso e recheado de equipamentos. Trás de série: multimídia com tela sensível ao toque de oito polegadas compatível com Apple CarPlay e Android Auto, painel de instrumentos TFT de sete polegadas, novo head-up display de seis polegadas, projetado diretamente no para-brisas, sistema de som premium, teto solar, oito sensores de estacionamento, câmera de ré, partida, abertura e fechamento do carro sem chave, navegador nativo, recarga de celulares por indução no console central dentre outros equipamentos.

Mas as novidades não param por ai, a Honda lança um pacote de equipamentos de segurança e assistência ao motorista que proporciona uma experiência de condução semiautônoma, o Sensing.

A tecnologia Sensinginclui o ACC (com LSF) – Controle de cruzeiro adaptativo com ajuste de velocidade, (CMBS) – sistema de frenagem para mitigação de colisão, (LKAS) – sistema de assistência de faixa e (RDM) – sistema para mitigação de evasão de pista.

Soma-se aos sistemas de segurança ativa e passiva: assistente de estabilidade com controle de tração, freios ABS com reforço eletrônico de frenagem, monitoramento da pressão dos pneus, airbags dianteiros, airbags laterais para o motorista e passageiro da frente e airbags de joelhos para o motorista e passageiro da frente.

Importado dos Estados Unidos, o Accord chega em versão única Touring e já está disponível nas concessionárias da marca. Custa R$ 198.500,00

A Honda espera vender 150 unidades por ano. Os concorrentes do Accord são Audi A4, BMW Série 3 e Mercedes Classe C. Para brigar nesse segmento, a marca japonesa aposta nos equipamentos não disponíveis nos demais concorrentes e no custo beneficio (pós-vendas, preço de revisões e valor de revenda)

Luiz Cipolli Junior

 

Veja a ficha técnica

]]>
0
Volkswagen Virtus é o carro do Ano http://omundoemmovimento.blogosfera.uol.com.br/2018/11/27/volkswagen-virtus-e-o-carro-do-ano/ http://omundoemmovimento.blogosfera.uol.com.br/2018/11/27/volkswagen-virtus-e-o-carro-do-ano/#respond Tue, 27 Nov 2018 20:02:02 +0000 http://omundoemmovimento.blogosfera.uol.com.br/?p=9210

O Virtus foi eleito o Carro do Ano 2019 no mais tradicional prêmio da indústria automobilística feito pela revista Auto Esporte há 52 anos. Ele ganhou na categoria principal em cerimônia realizada na última segunda-feira em São Paulo.

Carlos Alberto de Oliveira Andrade, o Dr. Caoa, foi eleito o empresário do ano. Ele que tem a maior rede de concessionárias da América Latina, é importador oficial das marcas Hyundai e Subaru e que há menos de um ano lançou no Brasil a marca CAOA Chery, em parceria com a montadora chinesa.

Foram votadas quatro categorias de carros e duas de motor:
Carro Premium do Ano – Volvo XC40
Carro Superpremium do Ano – Ford Mustang
Motor do Ano abaixo de 2.0 – 1.5 turbo a gasolina (Mercedes-Benz Classe C200 EQ Boost)
Motor 2.0 ou Maior – 5.0 V8 Coyote a gasolina (Ford Mustang)

]]>
0