PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Consumidor procura carro com bom valor de revenda

Joel Leite

09/01/2020 15h48

No mercado de zero, embora os preços possam variar dependendo do local de compra, ou do momento do mercado, a tabela da fábrica é sempre uma referência. Mas na hora de comprar um seminovo a pesquisa é fundamental, pois a variação de preço é maior ainda, dependendo do estado de conservação e da oferta do produto no mercado. Mas muitas vezes o consumidor se depara com carros do mesmo segmento, do mesmo ano-modelo, nas mesmas condições, mas com preços bem diferentes. Isso acontece porque alguns modelos têm um valor de revenda maior do que outros.

E o que leva um carro o obter um bom valor de revenda? São vários os fatores, mas a estratégia do lançamento e a presença do carro no mercado são muito importantes. Por exemplo: ao dar descontos especiais para determinada categoria de cliente, como frotistas, a marca reduz o preço do produto e a consequência será uma depreciação maior quando esse carro chegar ao mercado de usados. Isso vai dificultar a troca do usado por um zero, porque a diferença de preço fica muito grande.

Na hora de comprar um seminovo, o consumidor muitas vezes paga um preço mais alto por um caro bem valorizado, mas esse investimento terá retorno na hora da revenda. Em 2019, o carro mais valorizado do Brasil foi o Toyota Yaris, ganhador do prêmio principal do Selo Maior Valor de Revenda. O Estudo de Depreciação realizado pela Autoinforme revelou que o Yaris perdeu apenas 7,1% do seu preço após um ano de uso, uma performance realmente excepcional. Em casos como esse, o consumidor poderá se surpreender com o alto preço do seminovo. E são muitos os carros que obtiveram pequena depreciação na edição 2019 do Selo: 20 modelos registraram uma depreciação abaixo de 10%, o que revela a preocupação de montadoras e importadoras em criar uma boa imagem dos seus produtos junto ao público, oferecendo melhor atendimento pós venda, facilidade na reposição e preços competitivos de peças e serviços.

Obter uma baixa depreciação é o desejo de todos os fabricantes, pois esse é o principal atributo que o consumidor leva em cota na hora de comprar um carro zero. Claro que itens como desempenho, design, equipamentos, tecnologia, economia de combustível são considerados pelo comprador, mas sem dúvida o valor de revenda é fator relevante na decisão de compra. Com razão: ao investir uma pequena fortuna num carro zero, a pessoa quer ter a garantia, ou ao menos certa segurança, de que não vai perder muito dinheiro na hora da revenda.

O Selo deste ano foi entregue a ganhadores de 17 categorias.  Veja o resultado

Joel Silveira Leite

Joel Silveira Leite é jornalista e pós graduado em Semiótica e Meio Ambiente. Diretor da Agência AutoInforme, responde pelos sites AutoInforme e EcoInforme. Apresenta o Boletim AutoInforme nas rádios Bandeirantes, Band News e Sulamérica Trânsito. É colunista em várias publicações.

O Mundo em Movimento

O blog O Mundo em Movimento tem a pretensão de falar sobre vários assuntos, além do mundo do automóvel, aventurando-se a discutir política, economia, mídia, sociedade, meio ambiente, gastronomia e postando artigos de terceiros que julgar interessantes.

Blog O Mundo em Movimento