PUBLICIDADE
Topo

Histórico

O Mundo em Movimento

Volkswagen e GM disputam a liderança

Joel Leite

19/11/2020 16h01

Foto: Divulgação

Depois de quatro anos como a marca mais vendida no mercado brasileiro, a GM pode perder a posição para a Volkswagen este ano, que no acumulado (1 de janeiro a 16 de novembro) está a apenas 0,2 ponto percentual da concorrente.

Primeira colocada no ranking, a GM vendeu até a primeira quinzena de novembro 276.365 unidades, ficando com 17,2% de participação, enquanto a Volkswagen vendeu 272.937 carros e comerciais leves, marcando 17%. A diferença, de 3,4 mil unidades, pode ser revertida faltando esse mês e meio de vendas, mas não será fácil.

A Fiat corre por fora, com um ponto percentual a menos do que as duas concorrentes e 262.394 carros vendidos, mas num ritmo de crescimento maior que as concorrentes. A marca italiana obteve o primeiro lugar em setembro e outubro, neste último mês com uma diferença de dois pontos percentuais sobre as concorrentes (veja ranking do mês), mas não tem fôlego para buscar a liderança ainda em 2020, já que teria que licenciar 16 mil carros a mais que as concorrentes em novembro e dezembro.

Com a queda brusca da produção nos meses março e abril, por causa da pandemia do coronavírus, as montadoras ficaram sem estoque, portanto sem condições de atender a demanda, que cresceu nos últimos meses, voltando ao patamar das 200 mil unidades registradas do em 2019.

Quando a diferença do volume é muito pequena entre os líderes, há uma corrida para encerrar o ano na frente e a alternativa encontrada pelos fabricantes é entregar grandes lotes de carros para locadoras. Mas neste ano a estratégia não poderá ser usada, por falta de produto no estoque.

Diante da dificuldade de atender a demanda, as três montadoras usaram estratégias distintas: a Fiat incrementou o online, focando as vendas diretas: frotas, empresários, agronegócio, serviços, da picape Strada, que foi recém-lançada e é líder de vendas da marca. A Strada inclusive chegou a liderar as vendas no mês de setembro.

A GM focou na venda ao consumidor final, com carros novos, como O Onix, o Onix Plus e o Tracker. Já a Volkswagen teve uma situação intermediária, trabalhando no varejo com o T-Cross e o Nivus e nas vendas diretas com o Gol.

O resultado foi a mudança, mesmo que provisória, da liderança geral de vendas, com a Volkswagen tomando à frente, enquanto a GM é líder das vendas no varejo (169.748 unidades) e a Fiat líder nas vendas diretas, com 148.192 licenciamentos no período.

Vendas totais
1 de jan a 16 de out/2020
1) GM: 276.365
2) Volkswagen: 272.937
3) Fiat: 262.394

Vendas Varejo
Jan-out/2020
1) GM: 169.748
2) Volkswagen: 121.365
3) Fiat: 94.446

Vendas Diretas
Jan-out/2020
1) Fiat 148.192
2) Volkswagen 137.802
3) GM 87.421

Veja ranking de vendas do acumulado 1 de Janeiro a 16 de novembro de 2020

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Joel Silveira Leite

Joel Silveira Leite é jornalista e pós graduado em Semiótica e Meio Ambiente. Diretor da Agência AutoInforme, responde pelos sites AutoInforme e EcoInforme. Apresenta o Boletim AutoInforme nas rádios Bandeirantes, Band News e Sulamérica Trânsito. É colunista em várias publicações.

O Mundo em Movimento

O blog O Mundo em Movimento tem a pretensão de falar sobre vários assuntos, além do mundo do automóvel, aventurando-se a discutir política, economia, mídia, sociedade, meio ambiente, gastronomia e postando artigos de terceiros que julgar interessantes.