PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Mercado em ritmo de pandemia

Joel Leite

01/06/2020 12h54

– Foram apenas 56.618 unidades em maio: 10% a mais que abril e 75% a menos que maio do ano passado

As vendas em maio permanecem estacionadas, foram 56.618 carros e comerciais leves licenciados, o que representa um crescimento de 10,2% em relação a abril (51.362) e uma queda de 75,8 em relação a maio do ano passado, quando foram comercializados 234.173 carros.

As vendas diárias permanecem abaixo das três mil unidades, calculando 20 dias úteis, uma vez que os feriados antecipados definidos pela Prefeitura de São Paulo nos dias 20, 21 e 25 não afetaram o setor, já que as concessionárias estão fechadas e as vendas são feitas somente de forma online.

Na verdade, embora oficiais, esses números, não representam à realidade do mercado, isso porque os Detrans de vários estados não estão registrando as vendas. São Paulo, que representa quase 30% das vendas, praticamente não teve licenciamento em maio.

A GM mantém a liderança com 9.968 unidades vendidas e 17,6% de participação. O segundo lugar ficou com a Fiat, que vendeu 8.773 unidades no mês, com 15,5% de participação, superando com uma diferença muito pequena a Volkswagen, que fechou o mês com 8.696 carros vendidos e 15,4%.

A Toyota ficou na quarta colocação, com 4.647 unidades (8,2%), seguida pela Hyundai, em quinto com 4.523 e 8,0% de participação e em sexto lugar ficou a Renault com 4.511.

Completam a lista das dez marcas mais vendidas Ford (4.421), Jeep (2.577), Honda (2.433) e Nissan (1.612).

Veja a lista das 30 marcas mais vendidas e maio

Joel Silveira Leite

Joel Silveira Leite é jornalista e pós graduado em Semiótica e Meio Ambiente. Diretor da Agência AutoInforme, responde pelos sites AutoInforme e EcoInforme. Apresenta o Boletim AutoInforme nas rádios Bandeirantes, Band News e Sulamérica Trânsito. É colunista em várias publicações.

O Mundo em Movimento

O blog O Mundo em Movimento tem a pretensão de falar sobre vários assuntos, além do mundo do automóvel, aventurando-se a discutir política, economia, mídia, sociedade, meio ambiente, gastronomia e postando artigos de terceiros que julgar interessantes.